Estudar inglês aqui no Brasil ou fazer um intercâmbio? Você já comparou o investimento?

Por 18/09/2015Planejamento

Muitos alunos perguntam se devem estudar inglês aqui no Brasil ou fazer um intercâmbio. Você já pensou em comparar o investimento que faria com cada opção?

 

O custo de se fazer um intercâmbio com duração um pouco mais longa, pode assustar muita gente que prefere continuar o aprendizado fazendo aulas aqui no Brasil. Mas é sempre importante comparar o investimento que você faria em aulas aqui, com o valor que você investiria estudando fora. Você deve lembrar também que o intercâmbio traz benefícios que as aulas aqui no Brasil não podem oferecer!

 

O que você verá nesse post:

1)     Que o custo-benefício do intercâmbio é alto;

2)     Que o aprendizado continua após as aulas, durante o seu intercâmbio;

3)     Que as experiências que você terá não podem ser reproduzidas no Brasil;

 

 

O custo

Vamos supor que aqui no Brasil você faça duas aulas de inglês de 1h15 por semana. Sendo assim, sua carga horária por um ano seria algo em torno de 110h e seu gasto, mais ou menos R$4.200 (considerando um curso com um custo de R$350 por mês).

Se você fizer aulas aqui durante cinco anos, gastará no mínimo R$21.000 e completará 550h de aula. Com esse mesmo valor você pode fazer um intercâmbio de seis meses, com 600h de aula.

Fazendo o intercâmbio além de economizar tempo, tendo mais aulas em seis meses do que você teria aqui em cinco anos, você usufrui de todas as vantagens que as aulas aqui no Brasil não podem te proporcionar.

 

Após a aula

O que acontece depois da aula também faz uma grande diferença. Aqui no Brasil, a sua aula de inglês normalmente acaba no momento em que você sai da escola. Você sai com amigos, conversa com a família, assiste um filme legendado sem ter que prestar atenção no que está sendo dito em inglês… Ou seja, você vive sua vida sem precisar praticar o inglês que está aprendendo.

Durante o intercâmbio a realidade é outra! Mesmo quando a aula termina, ele continua sendo praticado intensamente. A língua em comum com seus novos amigos provavelmente será o inglês. Não existe opção de filme dublado ou legendado em português e tudo que você precisar fazer fora de casa terá que ser na língua local. O tempo que você vai passar praticando o seu inglês será muito maior do que seria aqui no Brasil.

O incentivo também será maior! Quer se comunicar com as pessoas? Quer descobrir como chegar a algum lugar? Quer pedir uma pizza? Você vai ter que desencanar e soltar seu inglês. Aqui no Brasil, sem essa necessidade, a motivação para praticar o inglês é bem menor.

 

E os outros benefícios?

Você deve se lembrar que além de estar fazendo um curso super intensivo de inglês, o seu intercâmbio também te dá a oportunidade de conhecer um lugar novo, fazer novas amizades e aprender sobre uma cultura diferente.  Essas experiências não tem preço e não aconteceriam fazendo aulas aqui no Brasil. Você não conhecerá apenas a cidade ou o país onde você está estudando. Muitos alunos aproveitam os fins de semana ou as férias para conhecer os países próximos. Estando na Inglaterra você, facilmente, pode aproveitar as passagens super baratas para passar um fim de semana na Alemanha, ou pular no trem depois da aula e ir jantar em Paris. Já os alunos que vão para Australia tem a oportunidade de conhecer os países asiáticos ou a Nova Zelândia, já que estão bem mais perto de lá do que do Brasil.

Não se esqueça também, que o seu visto de estudante muitas vezes te dá direito de trabalhar. Dessa maneira você pode ganhar  um dinheiro para pagar o seu curso e cobrir seus custos de vida. Isso também tem outras vantagens: aprender a lidar com situações de trabalho em inglês é sempre uma boa adição ao seu currículo para quando voltar ao Brasil.

 

 

O que você viu nesse post:

1)     Que você teria que estudar cinco anos aqui para ter a mesma quantidade de aulas que teria em seis meses de intercâmbio

2)     Que no intercâmbio você continua aprendendo mesmo depois do horário de aula

3)     Que as experiências que você tem durante o intercâmbio não tem preço!