Os principais pontos para ter o seu visto aprovado

Por 30/09/2015Planejamento

Está ansioso para ter o seu visto aprovado e partir para o seu intercâmbio? Aqui estão algumas dicas para te ajudar nesse processo.

 

O que você verá nesse post:

1)     Que você deve ter dinheiro suficiente para se manter durante o intercâmbio;

2)     Que seus vínculos com o Brasil são muito importantes;

3)     Que ter a documentação da escola pode ajudar;

4)     Que seu comportamento durante a entrevista (quando necessária) também é relevante.

 

Uma das etapas mais tensas na hora de partir para um intercâmbio é a espera do resultado do seu visto aprovado. Por mais que você esteja com toda a documentação necessária e com todos os pré-requisitos cumpridos, a ansiedade enquanto você aguarda a notícia sobre o visto é grande.

A realidade é que a pessoa que vai conceder ou não o visto, quer ter a certeza de que você é um estudante “de verdade” e não uma pessoa com intenção de ficar no país após ter completado os estudos.

Mas não se preocupe, existem alguns pontos principais que você deve lembrar e que vão ajudá-lo nessa etapa.

 

 

Suporte Financeiro

Uma das primeiras coisas que irão analisar quando você solicitar o seu visto (principalmente de estudante) é se você tem dinheiro suficiente para se manter durante seu período de estudo. A maior parte dos países informa aos estudantes a quantia mínima mensal necessária, e esse valor é normalmente calculado a partir do custo de vida médio no país.

Uma quantia média exigida é de $1.500 por mês(lembrando que o $ será a moeda local de cada país, ex: se for na Austrália seria dólar australiano. Se você  for ficar em um país por 3 meses, por exemplo, precisará comprovar recursos financeiros de no mínimo $4.500. Esse dinheiro pode ser seu, dos seus pais ou de qualquer outro familiar de primeiro grau. Caso seja você o responsável por esse sustento, deverá apresentar os extratos bancários da sua conta, comprovando os valores solicitados, holerites e Imposto de Renda. Caso sejam seus pais ou outro familiar seu suporte financeiro, o responsável deverá apresentar uma carta informando que custeará o estudante enquanto estiver estudando fora do Brasil. Junto com a carta, ele também terá que comprovar a renda necessária através de copias da declaração do Imposto de Renda, holerites e extratos bancários. Esses mesmos documentos também devem mostrar que a vida financeira do responsável no Brasil, não será prejudicada nesse período.

 

Vínculo no Brasil

Quando forem analisar a solicitação do visto, os governos analisam também quais vínculos o estudante tem com o Brasil. Dessa maneira, podem ter uma ideia da chance que existe de você burlar a lei e ficar no país, ao invés de voltar para o Brasil quando terminar o seu curso.

Sua chance de ter o seu visto aprovado será maior se você estiver trabalhando e/ou estudando, ou e já tenha concluído estudos.

Estar desempregado ou ainda não ter se formado não significa que seu visto será negado! A análise de sua situação, provavelmente, será mais criteriosa e documentos em seu nome  (como registro do carro, contrato de aluguel ou a matricula de um imóvel) podem ser usados para mostrar que você tem bens e compromissos no Brasil que o fariam retornar.

Documentação da escola

Ter uma carta da escola confirmando que você irá estudar é imprescindível para aplicar o seu visto. Esse documento mostra que você está mesmo planejando estudar no país e não apenas morar lá.

Entrar com o visto de turista e alterar para estudante

Essa é uma PÉSSIMA ideia! A alteração de status sera questionada pela imigração e muitas vezes é recusada, porque a imigração/embaixada entende que se o estudante quiser estudar por um longo período, ele devera solicitara o visto de estudante no pais de origem, caso contrario entendera que encontrou outros motivos, alem do estudo para permanecer no pais.

Comportamento na entrevista (se tiver) e como preencher os formulários

O mais importante em ambas as situações é ser honesto! No momento em que desconfiarem que você não está contando a verdade ao responder uma pergunta, podem pensar que você está escondendo outras coisas. Seja profissional, deixe as brincadeiras e piadas para outro dia.

Ao responder as perguntas seja direto. Não conte histórias longas e mirabolantes. A pessoa que te entrevistará ou que vai ler seu formulário não precisa de tanta informação e as entrevistas normalmente são rápidas.

Tenha essas quatro dicas em mente quando você começar o processo para obter o seu visto e suas chances de ter ele aprovado serão maiores.

 

O que você viu nesse post:

1)     Que você ou a pessoa que será responsável, deve ter dinheiro suficiente para o sustento durante o seu intercambio;

2)     Que você deve mostrar que tem bens ou compromissos que te farão retornar ao Brasil após o intercâmbio;

3)     Que você deve apresentar a confirmação da sua matrícula na escola onde irá estudar (caso aplique para o visto de estudante);

4)     Que você deve lembrar de ser honesto, direto e profissional ao preencher os formulários e durante qualquer entrevista relacionada ao processo do visto;

Links úteis:

Para saber mais sobre os vistos oferecidos em diferentes países clique AQUI