Como validar o diploma Brasileiro para usar na Austrália

Por 13/04/2016Diploma, Trabalho

Você está a caminho da Austrália e precisa validar o diploma brasileiro para trabalhar ou estudar? Nesse post reunimos algumas dicas de como fazer isso!

 

O que você verá nesse post:

  1. Que não são todas as pessoas que precisam validar o diploma antes de chegar na Austrália
  2. Que para certas profissões o processo pode demorar mais de um ano
  3. Que se você quiser fazer uma pós-graduação, precisa entender que cada universidade tem seu método para validar o diploma brasileiro

 

Para os estudantes que estão indo para a Austrália, a possibilidade de poder trabalhar enquanto estiverem estudando é um dos pontos mais atraentes do destino. Ao chegar lá a maior parte dos estudantes não precisará validar o diploma brasileiro para poder trabalhar durante o intercâmbio. Caso você queira trabalhar na sua área ou consiga uma oferta de trabalho a longo prazo, você pode mostrar que suas qualificações estão dentro do padrão australiano.

Existem várias formas de validar o seu diploma antes de ir para a Austrália ou quando chegar lá. A diferença entre elas vai depender da área em que você se formou e de como você quer usar as suas qualificações no país.

 

 

Para os estudantes que querem um trabalho simples

qualifications assesment é a opção mais simples e mais barata se você está indo para a Austrália com um visto de estudante (ou até de trabalho). Essa avaliação do seu diploma vai servir para mostrar a um futuro empregador a qualificação australiana que seria equivalente ao seu diploma. Como essa avaliação não inclui informações específicas sobre o conteúdo de seus estudos, ela serve mais como um guia e não te dá o direito de trabalhar em uma área que requer uma licença especial (e.g.: medico, enfermeiro, advogado, etc.) ou a entrar em uma universidade.

Você pode fazer o pedido deste serviço online e precisará enviar cópias digitalizadas do seu diploma e dos boletins emitidos durante seus estudos. Se você quiser reconhecer um doutorado, você também precisará enviar a cópia do resumo de sua tese e a evidência de que ela foi publicada. Para todos os documentos, você deve enviar a cópia digitalizada do documento original e também do documento traduzido para o inglês.

Para validar o seu diploma brasileiro deste jeito, veja o site do Department of Education and Training AQUI

 

Para quem vai trabalhar em uma área que necessita de registro

Se você é medico, enfermeiro, advogado, engenheiro ou exerce alguma outra profissão que requer registros e licença específicas, o caminho para reconhecer seu diploma é um pouco mais longo e requer um investimento monetário maior.

Cada profissão é avaliada pelo seu órgão avaliador (AQUI você encontra uma lista deles). Você terá que fazer o seu pedido diretamente com o órgão específico.

Por exemplo, se você for arquiteto terá que fazer o processo com a Architects Acreditation Council of Australia (o Conselho Australiano de Acreditaçao de Arquitetos). Esse conselho irá avaliar o seu curso, a reputação do lugar onde você estudou, quanto tempo de estudo você teve, as matérias que você fez e as notas que você tirou. Eles também irão fazer uma entrevista onde você terá que demonstrar o seu conhecimento, não apenas da sua área de trabalho mas também de inglês e apresentar o seu portfólio de trabalho.

Você terá que enviar ao órgão avaliador cópias dos documentos originais e cópias dos documentos traduzidos e juramentados. Como seu nível de inglês também será avaliado, você deverá enviar suas notas em testes de inglês, como o IELTS ou TOEFL.

Depois de ter o seu diploma avaliado você será informado se a sua qualificação será aceita na Austrália. Caso a resposta seja afirmativa, uma grande parte das profissões ainda requer um período de trabalho supervisionado em sua área antes de você poder se registrar. O registro é uma exigência legal para os profissionais que oferecem serviços para o público em certas áreas. Por exemplo, caso você seja arquiteto e seu diploma foi reconhecido, você ainda terá que trabalhar um ou dois anos com supervisão (e.g. em uma firma de arquitetura) e passar por um teste, antes de poder ser registrado como arquiteto. Depois disso você poderá oferecer seus serviços diretamente ao público, sem necessariamente estar trabalhando dentro de uma empresa.

 

Para quem trabalha como tradesman

Na Austrália um tradesman é uma pessoa que trabalha nas áreas de elétrica, encanamento, mecânica, construção, padaria, cabeleireiro, pintor, etc. Se você se formou em alguma destas áreas você também pode se registrar com organizações responsáveis por cada uma delas na Austrália.

O primeiro passo será completar uma avaliação das suas habilidades, que pode ser feito online AQUI. Depois de ter feito isso, você deve achar uma Registered Training Organisation (Organização de Treinamento Registrada) de acordo com sua profissão (uma lista existe AQUI) e entrar em contato com eles. Precisará enviar os documentos que mostram onde você estudou, trabalhou e o que você aprendeu. Se a organização achar que a documentação demonstra que você tem o conhecimento necessário, você pode ser chamado para uma avaliação técnica com um técnico da sua área que já é qualificado na Austrália. Essa avaliação é feita em inglês, então você deve ter um bom domínio da língua.

Se você passar na avaliação, poderá trabalhar na sua área mas terá que passar por um período de supervisão antes de obter sua licença completa de trabalho.

O guia para quem quer se registrar como tradesman pode ser achado AQUI

 

Para quem quer continuar os estudos

Se você já tiver um diploma aqui no Brasil e quiser continuar a faculdade na Austrália você também terá que ter seu diploma validado para poder entrar em um curso universitário.

Cada universidade tem suas regras e exigências na hora de reconhecer um diploma do Brasil.  Na maior parte delas, você terá que enviar cópias certificadas e traduzidas de seus boletins e qualquer diploma que tiver. Dependendo do curso, você também terá certos pré-requisitos que devem ser cumpridos antes de ser aceito. Por exemplo, se você quiser fazer um mestrado em química, você precisará ter feito um determinado numero de matérias na área de química e ter tirado notas altas nelas. Outros cursos, como arquitetura ou design, podem solicitar que você apresente um portfólio mostrando seu trabalho.

Você também deve enviar o resultado de um teste de inglês como o TOEFL ou IELTS.

O que você viu nesse post:

  1. Que você não precisa validar seu diploma para trabalhos mais simples durante o seu intercâmbio
  2. Se você quiser exercer uma profissão que precisa de um registro oficial o processo para validar seu diploma pode ser demorado
  3. Que você pode usar o seu diploma Brasileiro para fazer uma pós-graduação na Austrália mas terá que validar o seu diploma com a universidade Australiana